Vimer | Experience Merchandising Creative Agency | Vitrines minimalistas – o que não pode faltar?
18446
post-template-default,single,single-post,postid-18446,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Vitrines minimalistas – o que não pode faltar?

Vitrines minimalistas – o que não pode faltar?


Já parou para analisar uma vitrine minimalista a fundo? Há quem diga que é uma alternativa muito mais simples por conter poucos elementos, mas é justamente ai que mora o perigo e a atenção deve ser redobrada.
Quando existem poucos elementos em uma vitrine aquilo que está à mostra se torna ainda mais enfático para quem observa, por isso ai vão algumas dicas simples que fazem toda a diferença.

 Verifique a coordenação dos produtos se estão coesos e criando uma historia de fácil compreensão;
 Analise cada detalhe, como peças amassadas, etiquetas a mostra, caimentos mal ajustados e coisas do tipo;
 Limpeza na vitrine é imprescindível;
 Iluminação é tudo, verifique se os spots estão posicionados para o produto.

Estes pontos são indispensáveis para qualquer vitrine e parecem óbvios, mas acabam ficando ainda mais evidentes quando a posposta da vitrine é minimalista.
O Visual Merchandising é feito de detalhes, por isso fique de atento a cada ponto!